segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

CUIDADO! A próxima mensagem contém uma imagem que pode ser altamente deprimente para algumas pessoas...

Nothing changes on new year's day.
I will be with you again."
New Year's Day, U2 - 1982
http://br.youtube.com/watch?v=qH1FbD1jBI8

Bonito. Não é!?


A minha inexistente vizinha-do-2º-andar foi a pessoa que mais influenciou a minha vida este ano

"My therapist said not to see you no more
She said you're like a disease without any cure"
Laid, Laid, James - 1993

Se a minha ex-vizinha-do-2º-andar, que nunca existiu a não ser na minha imaginação, me fazia lembrar o Orson, agora sempre que vejo um grupo de mulheres de meia idade juntas, lembro-me do Wade, esse pato histérico!

Só lhe falta ser divorciado (desesperado), não é?

domingo, 21 de dezembro de 2008

Throw Me A Rope (Help Me Get My Feet Back On The Ground)



"So throw me a rope
To hold me in place
Show me a clock
For counting my days down
Cause everything's easier when your beside me
Come back and find me
Cause I feel alone"
Throw Me A Rope, Acoustic Extravaganza, KT Tunstall - 2006
http://www.youtube.com/watch?v=MSkmtJfu3WY

Noite terrível a de ontem. Dia interminável o de hoje. Espero que a noite seja diferente. Esta noite. Medidas drásticas. Vou pela via mais fácil.Aquela a que já me habituei. Espero que definhem. Até à próxima.

...

Ando às cabeçadas de porta em porta. Já nada tem piada e já não há vontade para nada. Na verdade não me sinto muito bem. Pela primeira vez na vida tenho que fingir todos os dias, 24 horas por dia que estou bem, que continuo bem. Felizmente, Já tenho 30 anos, já consigo ser hipócrita. É algo que se aprende com o tempo.

...

21/12 só podia mesmo ser mau. Pior mesmo só o dia 31/13. Há ANÛS que não acabam.

...

Voltei a ter um problema com a bebida. Dura desde Abril.

Que fazer!? Aspegic!? Ben-U-Ron!?

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Let's Go To Dungeness...

"And when we spoke there was silence
Cos there's no need to make a sound when you've got
Smiles instead"
Dungeness, Vehicles & Animals, Athlete - 2003
http://www.youtube.com/watch?v=Vd2ERQT3P7Q

Deitei-me às 4 da manhã. E agora são 8. Quatro horas de sono. Estou desperto. Como se tivesse dormido durante a vida toda. Apetece-me sair de casa. Apetece-me ir tomar o pequeno-almoço fora. Nicola. Beber algo quente. Não me apetece ir sozinho. Mas enviar uma mensagem a alguém a perguntar se quer ir tomar o pequeno almoço a esta hora é suicida... Não o vou fazer. Vou sair de casa e andar por aí. Vou ligar o MP3 e ouvir algo inspirador. Athlete. Depois volto.

Até já!?

ATENÇÃO: Só fico no castelo enquanto lá estiver a Cristina. Um ser especial. Único. Acho que vou fazer as malas...

Há muito tempo que sou contra este país. Este país asfixia-me e asfixia-nos. Estas pessoas deste país asfixiam-me e asfixiam-nos. Tenho pena que assim seja e que seja assim... Tenho muita pena...

A vida, para nós, é tão fácil. Mas eles gostam de a dificultar. Eles vivem para a intriga e para a dor de cotovelo. Para o diz que disse e para a dor de corno. Às vezes sinto que sou demais. Mas depois, racional, penso que estou apenas a ser como eles.

Hoje, dia de jantar no castelo. Noite de jantar. Noite de castelo. Não sei em que pensar. A maior parte das vezes penso em ti. Penso em ti. Entre Abril e Outubro pensei em ti. Muitas vezes. Sofri por ti. Mais do que pensas. Mais do que "as tuas pessoas" pensam. Mas essa é a minha vida nos últimos anos...

Pensas em Susanas, Alexandras e Fabianas mas, nunca deixei de pensar no nosso Poio, na nossa Ponte Silveira e na nossa Eira. Nesse plano "C." Ele é nosso. Só nosso. Como eu sou teu. Só teu.

Agora que eu voltava a pensar nesse sonho. Nesse último e derradeiro sonho, decidiste voltar atrás... Acho que ainda não me percebeste. Eu próprio não o consegui fazer. Às vezes demasiadamente infantil mas, quando estou comigo... Complexidade tremenda... Última oferta. Última oportunidade... Faz algo por mim e aceita-me como sou. Às vezes sou forte. Às vezes finjo que o sou... Mas ninguém o é a não ser quem é...

(Acabei a noite na casa do Manel, esse vampiro. Acho que também ele se deve sentir asfixiado pela mesquinhez e pelos preconceitos que temos que suportar neste rectângulo imaginário. Tanta gente se sente importante por aqui. Sem razão para isso. O Manel de nariz ligeiramente entupido mais uma vez demonstrou que é demasiado. Demasiado para este amarelecido e desencantado rectângulo.)

Sei que quando lerem isto irão gozar com estas palavras. Mas estas palavras são sentidas. Muito sentidas... E vocês que pensam que são corajosos não teriam coragem para as dizer. Ser sensível e sensato é difícil por aqui. Mas eu amo isto. Eu amo-te a ti.

Amo-te só a ti. Sim!?

"..."
Changing Man (I - 1:16), Better Felt(H)er, Tiago Ladeira - 2008
video

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Le Ciel Lui Tombe Sur La Tête

"He's crackin' up, yeah, yeah
He's crackin' up, yeah, yeah
He's crackin' up
I'm crackin' up, baby."
Crackin' Up, Go Bo Diddley, Bo Diddley - 1959

...às vezes parece que o mundo e o céu me vão cair em cima da cabeça. Acho que começo, finalmente, a perceber porque é que as pessoas dizem que há dias em que não se deve sair de casa. Hoje foi, sem dúvida, um desses dias. Um desses dias que se repetem, constantemente, nos últimos tempos. Infelizmente, nada aconteceu por minha culpa. Infelizmente porque (sobre)vivo bem com os meus erros, com os erros que cometo e que percebo que cometi. Convivo, terrivelmente, com os erros que me atribuem injustamente. Sei que já devia estar habituado e, também, sei que os pequenos problemas que tive na minha vida estão relacionados com injustiças. Se calhar, ainda bem porque deve ser por essa razão que eu tento ser sempre justo. Digo tento porque não sou perfeito. Muito longe disso. Ao contrário de pessoas que não são um cú e que pensam que têm toda a moral do mundo.

Tenho que andar a aturar palhaços!?

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

No outro dia cantei a música do Suchard Express na cama. Eram umas 2 da manhã.

"You're a part time lover
and a full time friend"
Anyone Else But You, The Moldy Peaches, The Moldy Peaches - 2001


A vida é como um excelente filme que vi pela primeira vez em 1962: "uma portentosa sequência de abertura" e daí em diante... ainda não percebi muito bem. Acho que vou ver o filme outra vez. Só me falta mesmo aquela suiça (que toda a gente pensa que é sueca...) que agora tem mais 46 anos. Mas que importa!? O que importa é que nasci e, além disso, a Suiça e o Ribatejo são quase a mesma coisa...

Não é, Patinhasson!?

sábado, 6 de dezembro de 2008

Ela hiperventila. Ouvi dizer...

"My little empire
I`m sick of being sick
My little empire
I`m tired of being tired"

My Little Empire, This Is My Truth Tell Me Yours, Manic Street Preachers - 1998
http://www.youtube.com/watch?v=xA3u7wHcYPQ

Já me lembrei disto há uns tempos. Desculpem-me se não vos disse isto antes. Eu sei que é importante. Foi há tanto tempo que nem me lembro porque é que pensei nisto. Lembrei-me se a Carolina tivesse gémeos eles iam chamar-se Esclerose Múltipla...

Concordam, não é?

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Hoje vou dormir no chão. Pode ser que voltes mais depressa.

"She comes in colors everywhere
She combs her hair
She's like a rainbow"
She's a Rainbow, Their Satanic Majesties Request, Rolling Stones - 1967

...de space cake em space cake por essas ruas sardentas de Amesterdão. Eu aqui sentado a pensar sem pensar e a olhar sem olhar para este verde transparente, este verde e decadente auren...

Quando voltas?